domingo, 5 de julho de 2015

Suco para Celulite


É uma alteração no tecido celular subcutâneo, que se manifesta por meio de nódulos de dimensões variáveis, fazendo com que a pele adquira o aspecto de "casca de laranja".
Inicialmente a má impermeabilidade das veias menores pode permitir o escape da água do sangue, que acaba por se infiltrar nos tecidos, formando edemas.
Em seguida, por causa do desequilíbrio do metabolismo local, as fibras do tecido conjuntivo começam a reter água, sal e gordura, etapa em que se forma a celulite, tornando-se dolorosa.
Aparecem principalmente na parte externa das coxas, nádegas, joelhos, braços e ventre.
Origina-se de desequilíbrios hormonais, hipófise, problemas nervosos, alimentação em excesso, ingestão de refrigerantes e doces, além de uso de roupas muito justas, prejudicando a circulação.
Uma das boas receitas para ajudar a diminuir a celulite é fazer óleo de hera e aplicá-lo na forma de massagem.
Como fazer o óleo: coloque num vidro vazio (como os de palmito), 400g de folhas maceradas de hera.
Complete com óleo de amêndoas.
Coloque em banho-maria por duas horas.
Aplicar massageando as áreas, três vezes por semana, sempre no sentido de baixo para cima (princípio da drenagem linfática).




Suco para celulite

10g de cavalinha
10g de hera
10g de dente-de-leão
1 copo de água


Modo de preparo:

Fazer o chá da hera, cavalinha e do dente-de-leão, por infusão.

Dose recomendada:

Três vezes ao dia, após as refeições.

Propriedades terapêuticas

Hera:

Tem propriedades adstringentes e diminui inflamações.

Dente-de-leão:

Depurativo do sangue tem efeito laxante e depurativo, fazendo desta planta, uma arma no combate à celulite.

Cavalinha:

Contêm esteroides, é diurética potente, fortalece os ossos e os tecidos, combate a celulite.

Chá Verde:

— O chá que faz milagres (chá verde - Cammellia sinensis).
— Bebida estimulante, quase sem calorias (uma xícara de chá é equivalente a 2 calorias); — É rico em vitamina K; Segundo pesquisas:
— O chá pode reduzir de 20 a 80% a celulite instalada, além de prevenir o retorno da inflamação.
— Contém taninos que oferecem proteção anti-virótica e anti-inflamatória.
São bons inibidores enzimáticos, com propriedade veinotrópicas (aumentam a resistência das veias e pequenos vasos), por causa das teofilinas;
— Segundo pesquisas, ele contém antioxidantes que reduzem a capacidade de formação de coágulos das plaquetas, motivo das maiorias dos derrames cerebrais.
Há ainda bioflavonóides que evitam que os hormônios propiciadores do câncer se liguem às células normais, inibem as enzimas responsáveis pelas metástases de células cancerígenas;
O chá verde é a bebida não alcoólica mais consumida no mundo.
Não confundir com chá de ervas comum.
Existem três tipos principais de chá verde:

1. Chá verde (japonês e chinês) preferido nos países asiáticos.
Ele não é fermentado por ser processado no vapor.

2. Chá preto (indiano) é o preferido nos países ocidentais.
Produzido pela secagem e fermentação das folhas.

3. Chá oolong que passa por um processo combinado dos dois chás anteriores.

O chá verde, segundo estudos científicos, reduz o risco de derrame cerebral em até 70% dos consumidores e ainda ajuda na redução do peso.


Chá verde

Ingredientes:

10g de folhas secas de chá verde.


Modo de preparo:

Colocar as 10g da erva em 500ml de água fervente.
Abafar por 10 minutos.

Dose recomendada:

Tomar 2 copos mornos por dia do chá preparado.
É aconselhável tomá-lo depois de uma caminhada ou exercício de 30 minutos, para melhor efeito.

Obs.: É necessário não consumir refrigerantes, doces e massas em excesso durante o tratamento, que deve durar de 30 a 60 dias.


Clorofila


É o pigmento verde das plantas, utiliza a energia das plantas para realizar
a fotossíntese, passando a elaborar compostos e tecidos orgânicos a partir do
dióxido de carbono e água.
Segundo o nutrólogo Bernard Jensen, D.C, Ph.D. a clorofila:
— produz uma alta contagem sanguínea,
— prove ferro para os órgãos,
— limpa e desodoriza os tecidos intestinais,
— ajuda a purificar o fígado,
— diminui a fragilidade capilar,
— diminui a formação de muco (catarros),
— melhora a flora intestinal,
— regula a menstruação,
— melhora os problemas de açúcar no sangue (diabetes),
— melhora a produção de leite,
— limpa a estrutura dos dentes e gengivas, na piorreia,
— alivia hemorroidas,
— revitaliza o sistema vascular das pernas
— reduz a dor causada por inflamações.


Como utilizar sucos clorofilados

Pode-se misturar gotinhas nas papinhas do bebê.
Para adultos, o ideal é beber um a dois copos ao dia, entre as refeições.


Sucos desintoxicantes de clorofila

1 talo de agrião
1 talo de salsão
1 colher de sopa de salsinha
1 copo de água-de-coco ou água mineral
1 maçã


Modo de preparo:

Bater todos os ingredientes no liquidificador.

Dose recomendada:

Tomar duas vezes por dia, de manhã cedo, em jejum e à noite.


2º suco

5g de brotos de alfafa
5g de dente-de-leão
5g de agrião
5g de tanchagem
5g de couve
1 copo de água-de-coco ou água mineral.


Modo de preparo:

Bater no liquidificador todos os ingredientes.
Coar.


Dose recomendada:

Duas vezes ao dia, após as refeições principais.


Principais propriedades terapêuticas


Salsinha e o salsão:

São desintoxicastes em consequência dos seus princípios ativos e ótimos para limpar as glândulas linfáticas e ajudar a depurar o organismo.
A pectina da maçã e as fibras ajudam a desintoxicar o corpo de metais pesados.

Agrião:

Possui clorofila e valiosos sais minerais como cálcio, fósforo, enxofre e ferro. Tem importante capacidade de desintoxicar o organismo.
Faça uma dieta de hortaliças cruas durante vários dias.
Os sucos verdes frescos são excelentes para depurar o sangue e fortalecer o sistema imunológico.
Você pode combater doenças degenerativas, tão comuns no ambiente poluído em que vivemos.

Quando sentir um resinado ou um vírus lhe atacando, quando estiver deprimido ou sem energia, use clorofila, que você logo se sentirá bem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário